domingo, 22 de janeiro de 2012

Fim do Mundo



O mundo vai acabar no dia 5 de maio de 2000?
No dia 5 de maio do ano 2000 acontecerá mais um raro espetáculo astronômico. Os planetas Saturno, Júpiter, Marte, Vênus e Mercúrio ficarão aproximadamente no mesmo alinhamento em que estarão também o Sol, a Lua e a Terra. Esse raro alinhamento dos planetas já está provocando diversas especulações. Na imprensa sensacionalista aparecem "especialistas" afirmando que ele causará enormes catástrofes sobre a terra... Cientistas sérios, entretanto, informam que, na verdade, os planetas não ficarão completamente alinhados, havendo diferenças de até 30 graus entre eles...
Em anos anteriores já houve alinhamentos semelhantes, sem que tenham ocorrido as catástrofes previstas. Por outro lado, tem havido épocas sem alinhamentos planetários em que aconteceram terríveis terremotos e desastres naturais impressionantes.
Entretanto, a Bíblia dá indicações de que haverá um tempo em que "os poderes dos céus serão abalados" (Mt 24.29). Esses acontecimentos se darão no final da Tribulação, pouco antes da volta de Jesus Cristo. Por isso, não se deve esperá-los para o ano 2000, já que ainda não vivemos no período da Tribulação. Desse modo, o conselho do profeta Jeremias parece ser mais realista e digno de ser seguido: "Assim diz o SENHOR: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis com os sinais dos céus, porque com eles os gentios se atemorizam" (Jr 10.2).[Topic]
Sem dúvida, esse comentário do boletim "Topic" está correto. Não temos motivo para dar demasiada atenção a certos sinais no céu ou mesmo para temer o fim do mundo. Pelo contrário, esperamos o Senhor Jesus Cristo para o arrebatamento da Sua Igreja. A seguir virá a Tribulação, e depois a volta do Senhor em grande poder e glória. A esse período é que estão relacionados os sinais nos céus, como lemos em Lucas 21.25: "Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas..." (Norbert Lieth)
Em primeiro lugar, é preciso considerar o contexto das passagens citadas. As palavras de Jesus em Mateus 24.29 são claras: "Logo em seguida à tribulação daqueles dias (Grande Tribulação), o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem (Segunda Vinda)..." Portanto, é essencial ter uma clara noção da cronologia dos eventos dos tempos finais, para não confundir sua seqüência. Naturalmente alguns acontecimentos atuais são como que precursores desses eventos e nos dão uma noção antecipada do que está por vir. Thomas Ice e Timothy Demy explicam no livro A Verdade Sobre os Sinais dos Tempos:
A profecia bíblica está relacionada com um período depois do Arrebatamento (o período de sete anos da Tribulação). Porém, isto não quer dizer que durante a atual era da Igreja, Deus não esteja preparando o mundo para esse período futuro – na verdade, Ele está. Mas isto não é "cumprimento" específico de profecia bíblica. Portanto, mesmo que a profecia não esteja se cumprindo na nossa época, isto não quer dizer que não podemos identificar "tendências gerais" na atual preparação para a Tribulação vindoura, principalmente porque ela acontecerá logo depois do Arrebatamento... o que Deus está fazendo profeticamente nos nossos dias é preparando o mundo ou "montando o cenário" para a hora em que Ele começará Seu plano relacionado a Israel, que envolverá o cumprimento dos sinais e dos tempos...
As reações e comentários sobre o eclipse ocorrido em 11 de agosto de 1999 mostram quanta confusão existe a respeito. Em primeiro lugar, é preciso destacar que as especulações são baseadas em "profecias" de Nostradamus e outros adivinhos – e não na Bíblia! Entretanto, induzido pela mídia sensacionalista, o público em geral não percebe isso e, quando os acontecimentos preditos não se concretizam, fica decepcionado e é levado a pensar que nenhuma profecia merece crédito. Desse modo, as profecias bíblicas acabam sendo ridicularizadas e desprezadas, justamente quando deveriam ser mais estudadas e levadas a sério.
No novo milênio essas especulações e confusões só tendem a aumentar. Por isso, agora temos uma excelente oportunidade de oferecer esclarecimentos e orientações bíblicas a muitas pessoas que têm dúvidas e perguntas a respeito das profecias. (Ingo Haake)